Os Três Reis Magos e o seu Dia…

untitled

 

“Onde está aquele que nasceu Rei dos Judeus? Porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos adorá-lo” (Evangelho de S. Mateus, capítulo II)

O Dia de Reis, segundo a tradição católica, celebra a visita de “alguns magos do oriente” ao Menino Jesus recém-nascido, em Belém da Judeia.

Acredita-se que na noite de 5 para a madrugada de 6 de Janeiro foi a data em que os “reis” chegaram a Belém, ficando com o passar dos séculos conhecida como a “Noite de Reis”, tradição essa surgida no século VIII  e que converteu Melchior, Gaspar e Baltazar nos Três Reis Magos.

De acordo com algumas interpretações, a expressão «magos» referia-se a sábios e não propriamente a reis, que estudavam as estrelas e o céu. E, que um dia, viram uma nova estrela mais brilhante que as restantes e souberam que algo muito especial tinha acontecido. Ainda o Evangelho  de S. Mateus refere que os «magos» teriam seguido essa estrela até chegarem ao “rei dos judeus”, então nascido.

Há quem visse nestes viajantes a representação de outros povos situados em territórios longínquos: o Papa Bento XVI entendia que esta delegação poderia ter integrado reis dos três continentes que na altura eram conhecidos. Baltazar teria partido de África, levando consigo a mirra; da região da Ásia foi Gaspar, levando incenso; e, da Europa, partiu Belchior levando ouro.

É por essa razão que, nalguns países, como por exemplo em Espanha, a troca dos presentes  faz-se nesta data e não no dia 25 de Dezembro. Segundo a tradição as crianças deixam sapatos nas janelas, cheios de relva ou ervas, a fim de alimentar os camelos dos Reis Magos.

Em Portugal nesta altura cantam-se as Janeiras e come-se bolo-rei.

No Brasil festeja-se a “Folia de reis”, tradição de origem portuguesa e trazida para este país na época da colonização. Ainda hoje, os grupos saem pelas ruas das cidades, levando de porta em porta as bençãos do menino para as pessoas que os recebem. Os integrantes do grupo da folia de reis são: mestre, contramestre, donos de conhecimentos sobre a festa, músicos e tocadores, além dos três reis magos e do palhaço, que dá o ar de animação à festa, fazendo a protecção do menino Jesus contra os soldados de Herodes, que queriam matá-lo. Além desses personagens, os foliões dão o toque especial, seguindo o cortejo.

Em agradecimento ao cortejo e às bençãos recebidas, as donas das casas deixam vários tipos de alimentos prontos para lhes oferecer.

Esta data marca também para os católicos o final dos festejos natalícios – sendo o dia em que são desarmados os presépios, desmanchadas as árvores de natal e retirados todos os enfeites natalícios.

P.S Olhe para o céu em busca da estrela mais brilhante que irá guiá-lo durante este ano! Feliz Dia de Reis!