Valados de Melgaço em jantar vínico no Restaurante Egoísta

Valados de Melgaço13524321_475767212618651_721706072156772197_n

O restaurante Egoísta, inserido no Casino da Póvoa de Varzim, convida Valados de Melgaço, produtor de vinhos da Região Demarcada do Vinho Verde, para um jantar vínico, no próximo dia 28 de Setembro, pelas 20h. O menu, criado pelo chef Hermínio Costa, foi desenvolvido para acompanhar os vinhos deste produtor, que apresentam um perfil harmonioso e elegante, particularidades da casta Alvarinho e do distinto terroir de Melgaço. Referência no território do Vinho Verde, da dupla de enólogos José António Lourenço e Fernando Moura, responsável pelo projecto, será Fernando Moura a acompanhar este jantar, comentando, em cada momento, a harmonia entre os vinhos e as criações do chef.

“O reconhecimento a nível nacional já nos está a abrir portas para algumas parcerias importantes, como é o caso do restaurante Egoísta. Recebemos este convite com muito entusiasmo, uma vez que acreditamos que as criações do chef Hermínio Costa vão combinar na perfeição com os vinhos escolhidos para este momento”, afirma Artur Meleiro, administrador de Valados de Melgaço.

 

O menu, desenvolvido pelo chef anfitrião, é composto por:

– Welcome Drink | Espumante Valados de Melgaço Alvarinho Extra Bruto

– Lagostins, Pão de Pesto, Geleia de Caviar de Ouriços | Quinta de Golães 2016

– Salmonete, Crumble de Sementes de Papoila, Tomate Confitado| Valados de Melgaço Reserva 2016

– Pintada, Massa Filo e Legumes Baby| Valados de Melgaço Reserva 2015

– Chocolate Negro, Framboesas e Menta| Warre’s Otima 10 Anos

 

P.S

Data: 28 de setembro às 20h30

Local: Restaurante Egoísta, Edifício do Casino da Póvoa de Varzim, 4490-403, Póvoa de Varzim

Preço: 45€ por pessoa

Reservas para: 252 690 888

Valados de Melgaço14917105_523245694537469_157980391122991081_o

Sobre a Valados de Melgaço

A Valados de Melgaço, Lda é um projecto familiar da Região Demarcada dos Vinhos Verdes que pretende apresentar a casta Alvarinho trabalhada no seu expoente máximo. Ambiciosa, rigorosa e consciente do potencial da casta que trabalha, a marca pretende ser a referência neste segmento de vinhos.

Sobre as montanhas que se estendem desde a Galiza até à sub-região de Monção e Melgaço, os socalcos semelhantes aos do Douro, também conhecidos como “valados”, foram a inspiração para a marca “Valados de Melgaço” que homenageia as características do território e as raízes familiares.

Artur Meleiro, o rosto da família à frente deste projecto, nasceu precisamente nesta quinta e, desde tenra idade, acompanha a produção de uvas e vinho nas suas propriedades. Em gerações passadas, a Quinta de Golães, propriedade centenária da família Meleiro, vendia a maior parte das suas uvas a produtores locais e produzia vinho verde tinto e alvarinho, para consumo caseiro. Foram essas memórias e a experiência das férias passadas nas vindimas que levaram Artur a criar em 2013 a Valados de Melgaço. Ao longo da sua vida, Artur Meleiro nunca abandonou a paixão que o movia pelas terras dos seus antepassados e o sonho de um dia engarrafar o seu próprio vinho.

A Quinta de Golães reaviva a emoção da “receita caseira da avó” na produção do vinho desta região, que pretende voltar às origens com rigor e qualidade, marcando uma diferença no território. Das vinhas desta propriedade resultam dois vinhos marcados por sabores leves e frescos das terras de Melgaço.

Pela mão dos enólogos José António Lourenço e Fernando Moura, uma dupla de referência neste território, a Valados de Melgaço apresenta-se no mercado com o objectivo de produzir o melhor Vinho Verde desta região, que tem vindo a iniciar a sua afirmação de identidade nos vinhos de Monção e Melgaço, conseguindo elevar todas as propriedades da casta Alvarinho de modo a alcançar todo o seu potencial.

A empresa apresenta-se no mercado com duas marcas próprias, Valados de Melgaço e Quinta de Golães. A Valados de Melgaço, para vinhos 100% da casta Alvarinho, apresenta atualmente duas gamas: o Valados de Melgaço Alvarinho Reserva e o Valados de Melgaço Espumante Alvarinho Extra Bruto, produzido através de uma seleção de uvas provenientes de parcela de elevada altitude. A marca Quinta de Golães, reflete os vinhos que desde sempre foram produzidos na quinta: o Quinta de Golães Branco, das castas Alvarinho (+ de 85%), Trajadura e Loureiro, e ainda o Quinta de Golães Tinto, considerado um vinho “selvagem” pela sua acidez e frescura com características naturais, produzido a partir das castas regionais.

Com um perfil harmonioso e elegante, particularidades da casta Alvarinho e do distinto terroir de Melgaço, os vinhos Valados de Melgaço e Quinta de Golães são produzidos a partir de uma mistura de uvas de vinhas velhas e uvas de vinhas novas. Essencialmente produzidos a partir de uvas cultivadas em solos de encostas graníticas, os vinhos apresentam-se secos e de teor mineral.

Os vinhos da Valados de Melgaço, Lda são comercializados no mercado nacional, encontrando-se à venda na região de origem e com distribuição em Lisboa e Porto. A exportação é o próximo grande passo da empresa, que prevê atravessar o Atlântico em breve e levar este Alvarinho tão particular para o continente americano.